terça-feira , junho 27 2017
Home / Notícias CRFMT / Notícias / Fiscalização constata melhora no índice de assistência farmacêutica

Fiscalização constata melhora no índice de assistência farmacêutica

Por: Luiz Perlato
Fonte: CRF-MT

lua
De acordo com o último relatório de fiscalização do CRF-MT, o índice de presença dos farmacêuticos nas farmácias de Cuiabá durante o mês de junho foi de 73%. Este índice de assistência farmacêutica é 17% superior ao do mês de maio, quando o índice alcançado foi de 56%. O relatório da fiscalização referente a junho foi apresentado na última Reunião Plenária do Conselho, ocorrida no dia 13/7.

 

O presidente do CRF-MT, Alexandre Henrique Magalhães, explica que em junho, quando teve a apresentação do relatório de maio, foi registrado um índice muito baixo de presença dos farmacêuticos nas farmácias na capital. “Isso chamou a atenção, levando o setor de fiscalização a fazer um estudo em cima desses dados. Aquele índice foi calculado sobre o número total de inspeções, incluindo os estabelecimentos considerados irregulares. Então não é apenas ausência. Um estabelecimento que está irregular está sem responsável técnico, e, portanto, é outro tipo de irregularidade. Em maio havia 56% de presença, e em junho o índice de presença foi de 73%. Portanto, a fiscalização está fazendo o seu trabalho, e já é possível constatar que o índice de assistência farmacêutica melhorou.Saímos de um patamar de 56% de presença em Cuiabá, para 73% de presença”, explica ele.

Conforme o relatório de junho, o interior do Estado continua com um índice de presença de farmacêuticos nos estabelecimentos melhor que o de Cuiabá. “As pessoas falam que no interior é mais difícil cumprir a lei porque não há farmacêutico suficiente, mas os números estão provando o contrário”, diz Alexandre Magalhães. “Temos farmacêuticos suficientes sim, para atender à demanda de Mato Grosso, e o número de presença no interior, constatado pela fiscalização, é maior do que na capital. Hoje o farmacêutico fica mais presente dentro das farmácias do que na capital. Isso é o que mostra o levantamento feito pela fiscalização do Conselho”.

Pelo número de inspeções nas cidades onde não há seccional e nem fiscal específico, também se observa que o Conselho Regional está descentralizando as suas ações. “Em Cuiabá, onde o CRF-MT tem três fiscais, sendo um em Várzea Grande e os outros dois fixos em Cuiabá, tivemos cerca de 160 inspeções em um mês. Em Rondonópolis, onde não tem nenhum fiscal residente na localidade, e a fiscalização é feita pelos fiscais de Cuiabá e Barra do Garças que se deslocam até lá, nós fizemos mais de 80 inspeções em um mês. Ou seja: em Rondonópolis, que não tem fiscal, teve praticamente metade do número de inspeções de Cuiabá, onde está concentrado o maior número de empresas, um maior número de profissionais e um maior número de fiscais. É a mesma coisa em Várzea Grande, onde tivemos mais de 100 inspeções, e em Sinop, mais de 80 inspeções”, explica o presidente do CRF-MT.

Fiscalização constata melhora no índice de assistência farmacêutica 1

Sobre CRF-MT

CRF-MT
CRF/MT - Conselho Regional de Farmácia do Estado do Mato Grosso R. 06, Quadra 11, Lote 07 - Cuiabá/MT (65) 3619-5200 / Fax (65) 3619-5202.

Além disso, verifique

9º Riopharma de Ciências Farmacêuticas acontecerá no período de 20 a 23 de setembro, programe-se!

O tema central do evento será “Farmácia Clínica: Saúde e Estética. Conforme os organizadores, o …

2 comentários

  1. Katia Silva

    Boa tarde! Qual índice encontrado para Nova Xavantina? Obrigada

  2. Samanta Sousa

    Houve uma melhora evidente em todos os sentidos, pelo menos na cidade onde presto assistência farmacêutica. Estamos sendo mais valorizados, graças também ao trabalho dos fiscais, que chegam realmente cobram a nossa presença na drogaria durante todo período de funcionamento. Dra Edinamar e DrA Valéria, fazem um trabalho excelência cobrando tudo que é necessário. Estou satisfeita e acredito que só tende a melhorar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *